Salas: modernas ou clássicas, contemporâneas ou rústicas?

 

Nascido ainda na metade do século 20, o estilo contemporâneo é hoje bastante difundido no mundo da decoração, já que deixa de lado o estilo rebuscado dos demais estilos e procura sempre um visual mais simples, composto em sua maior parte por linhas retas e simples. Há quem diga que esse é um dos melhores estilos para quem deseja decorar um ambiente pequeno, pois o contemporâneo aposta em ambientes melhor iluminados e arejados, além de priorizar os espaços para circulação.

O famoso adágio “menos é mais” é o que melhor traduz a décor em estilo contemporâneo, já que simplicidade e praticidade são dois dos principais valores desse estilo.

Os móveis do contemporâneo

Entre os principais materiais que compõem os móveis desse estilo estão o vidro, a madeira, o cimento, as pedras e também o metal. Eles geralmente possuem um design mais clean, feitos em materiais de cores claras e ganham acessórios de destaque em cores marcantes, como almofadas e outros objetos de decoração.

Os sofás devem ser confortáveis e geralmente são um pouco maiores, ideais para descansar após um dia de trabalho. Estantes, painéis de TV, mesas, camas, ou seja, tudo deve seguir uma linha mais sóbria e mais sutil, de modo que nada destoe dos demais elementos da decoração.

 

Ambientes bem iluminados ganham destaque

No estilo contemporâneo de decoração, é comum encontrarmos ambientes muito claros e com iluminação bem distribuída. O bom uso da iluminação natural é bastante desejado e pode ser conseguido utilizando janelas grandes e com vidros transparentes, que deixam passar bastante luz.

 

Durante a noite predomina o uso de lâmpadas brancas e também de luminárias e outros acessórios de iluminação, mas esses devem sempre ser bastante sutis. Cores claras nas paredes ajudam a tornar o ambiente mais iluminado e consequentemente, aumentam a sensação de amplitude.

O “menos é mais”…

No estilo contemporâneo a poluição visual criada por inúmeros adereços decorativos em um mesmo ambiente é altamente indesejada. Portanto, para criar um ambiente nesse estilo aposte em poucos objetos decorativos. Um quadro, uma escultura, uma porcelana, um jarro com flores, tudo pode ser utilizado, porém com bastante bom senso e sobriedade para que o ambiente não fique sobrecarregado de informações. Nesse caso, quanto mais clean, melhor!

 

Cortinas lisas são muito utilizadas nesse estilo. Elas podem apresentar tons claros ou até mesmo cores mais fortes, criando um contraste com as paredes claras. Se for utilizar um papel de parede, dê preferência a estampas lisas ou com padrões menos complexos, e claro, tons claros ou pasteis. Já nos pisos, mármore ou também o porcelanato são ótimas opções. Tapetes devem sempre seguir o traço sutil desse estilo de decoração e possuir um visual básico, além de espaço delimitado, sem cobrir todo o espaço do cômodo.

 

E você, o que achou desse estilo? Compartilhe suas opiniões e experiências utilizando o campo de comentários. Até a próxima!