Seja na hora da construção ou na reforma de um ambiente, é muito importante atentar-se quanto a escolha das tintas que serão utilizadas em cada parte do ambiente. Existem diversas opções no mercado de tintas para ambientes internos e externos, sendo cada uma indicada para um tipo específico de superfície como madeira, metal, alvenaria ou azulejo. Escolher corretamente a tinta pode evitar gastos desnecessários e até mesmo problemas de saúde, visto que algumas pessoas podem ser alérgicas aos componentes de algumas tintas e isso pode acabar com todo o projeto. Portanto conhecer os tipos de tintas e suas aplicações se torna fundamental nesse processo.

Outro fator importante é o rendimento, pois isso interferirá diretamente na quantidade de tinta que precisará ser comprado. A medida utilizada nesses casos é o metro quadrado (m2). Procure sempre no rótulo de cada embalagem a quantidade de m2 que é pode ser coberta com a quantidade presente na lata. Assim você evita comprar tinha a mais ou mesmo que falte tinta na hora de renovar o ambiente.

Existem diversos tipos de tinta disponíveis no mercado e é importante saber suas principais características para a escolha ser acertada! Já se imaginou comprando uma tinta que estragará sua parede e/ou projeto? 

sdadsadasdad

Tinta acrílica: é uma das tintas mais utilizadas em paredes, tanto internas quanto externas. Ela é conhecida por ser uma tinta de alto padrão para acabamentos. Pode ser diluída em solvente ou em água. Possui alta durabilidade, não possui odor forte e pode ser limpa com facilidade. Ideal para quartos e salas.

Tinta látex ou PVA: é conhecida como a mais econômica das tintas devido ao seu baixo custo. Sua base de diluição é a água, porém apresenta um odor forte e característico. Como não é muito resistente, é indicada para ambientes internos.

Tinta epoxy: é a mais resistente das tintas, portanto é indicada especialmente para ambientes externos. Ela também pode ser aplicada em superfícies em que outras tintas não são indicadas como azulejos, pisos e também nas paredes do banheiro, pois possui maior resistência a umidade.

Tinta esmalte: é um tipo de tinta mais indicado para cobrir madeiras, metais e azulejos. Sua secagem é mais lenta e possui um odor forte, pois geralmente é diluída com a ajuda de solventes. É indicada para quem precisa dar um acabamento de qualidade a janelas, marcos de portas, móveis e pequenos objetos.

Tinta a óleo: possui excelente durabilidade e permite um acabamento de alto padrão. Por conter uma base feita de óleos especiais, essa é uma excelente opção para impermeabilizar objetos. Pode ser lavada com facilidade e é muito utilizada em metais e madeiras.

Verniz: existem opções de vernizes transparentes ou pigmentados no mercado. São indicados principalmente para madeiras e podem ser encontrados no tipo fosco ou brilhante.

Após escolher o melhor tipo de tinta para o seu ambiente, vem a missão de escolher as cores. Como já falamos em outras postagens, é muito importante planejar os tons que serão utilizados em cada tipo de ambiente. Se você ficar em dúvida, tons claros como o branco e o gelo são sempre ótimas opções para ambientes internos. No lado de fora você pode ousar um pouco mais pintando a fachada com uma combinação entre tons pasteis e cores vivas. Por exemplo: o lilás com roxo fica lindo quando bem utilizado em fachadas.

Agora é com você! Escolha o melhor tipo de tinta, prepare pincéis e rolos e mãos à obra!