Você já parou para pensar como funciona a mente de um designer de interiores? Será que aqueles ambientes lindos que vemos em capas de revistas são resultado de uma receita já pronta, como se seguissem um livro de regras secretas para criar ambientes harmônicos? Infelizmente essa não é a realidade, caso contrário, qualquer um poderia, da noite para o dia, se transformar em um expert do mundo da decoração, não é mesmo? A receita para se criar ambientes bonitos, harmônicos e cheios de estilo está na criatividade desses profissionais. Entre os principais ingredientes estão a capacidade de imaginar, sonhar e explorar os milhares de elementos disponíveis seguindo a sua intuição, algo que não acontece de uma hora para outra. Mas não se desespere, pois não é preciso se tornar um profissional para aplicar em sua casa alguns conceitos que farão com que ela se torne um lugar mais agradável. Confira os truques que separamos entre as principais dicas dos profissionais para tornar a decoração de sua casa mais interessante.

1. Escolha a cor das paredes por último

blue-room-yellow-chairs

Ao contrário do que muitos pensam, a cor das paredes não precisa ser a primeira coisa a ser escolhida ao compor um ambiente. Nesse sentido, você precisa ter em mente que há milhares de cores disponíveis no mercado e alguns lugares que permitem, até mesmo, que você crie o tom que desejar. Por esse motivo a melhor opção é pesquisar primeiro os móveis, tapetes e demais elementos que farão parte da decoração e, só depois, escolher os tons que serão aplicados nas paredes. Dessa forma você evita gastos desnecessários e tem a certeza que fez a melhor escolha.

2. Dê espaço para seu mobiliário “respirar”

2d274907839375-today-home-150216-tease-streams_desktop_medium_d47edf2057399e816696a52a505d8543-today-inline-large

Muitas pessoas não conseguem resistir à tentação de superlotar um quarto de objetos. Dessa forma acabam por ocupar as áreas de circulação do cômodo e isso pode se tornar um enorme problema com o passar do tempo – que digam as pancadas que, volta e meia, levamos nas canelas, não é mesmo?

Lembre-se da regrinha de ouro do mundo da decoração quando for compor um ambiente: “menos é mais”. Ou seja, no lugar de simplesmente encher um espaço com móveis e outros elementos, dê preferência a comprar objetos de melhor qualidade. Pense também que um espaço vazio pode ficar vazio, dando uma sensação de maior amplitude ao ambiente. Procure por elementos que destacam-se por si sós, sem a necessidade de muitos complementos.

3. Coloque quadros na altura certa

18ixe6n73w0whjpg

Você já reparou alguma vez que em galerias e museus os quadros e obras de arte costumam a manter um determinado padrão de altura? Isso ocorre devido a uma regrinha de ouro que também é bastante utilizada na decoração. Ela diz que quadros e outros objetos precisam ficar a altura dos olhos do observador. Por exemplo: a estatura média das pessoas é de 1,70 m, portanto o ideal é que os quadros fiquem a uma altura de, pelo menos, 1,60 m em relação ao piso. É claro que isso pode variar, mas lembre-se desse detalhe quando for pendurar quadros em sua casa!

4. Os móveis e o tapete

unique-carpet-design-for-living-room-interior

Harmonizar um tapete em um ambiente é algo que parece simples, mas na verdade pode ser um pouquinho complicado. Existem três regrinhas que podem ajudar bastante nesse momento, são elas:
• Tudo dentro: se o seu tapete é grande o suficiente, experimente colocar todos os móveis em cima dele. Se o tapete estiver na sala, coloque o sofá, a mesa de centro, as poltronas e outros objetos sobre ele. No quarto, coloque a cama e os criados mudos, mas certifique-se de deixar uma quantidade suficiente de espaço sobrando nas bordas – algo entre 30 a 45 cm. Isso criará uma sensação luxuosa;
• Tudo fora: sendo o oposto do que falamos antes, nessa opção você deixa todos os móveis fora da área do tapete. Isso pode ser feito em qualquer tipo de ambiente, mas cuidado com tapetes muito pequenos, pois podem parecer insignificantes em relação aos demais elementos do projeto;
• Em frente: nessa última opção você deve colocar apenas as pernas do sofá e poltronas dentro da área do tapete para amarrar o arranjo e criar um espaço bem definido. Dessa forma, se cria uma sensação de abertura.

E você, o que achou dessas dicas? Inspiradoras, não é mesmo? Então aguarde, pois em breve postaremos mais dicas como essas na segunda parte desse post. Até breve!